Como saber se um condomínio é seguro

como saber se um condomínio é seguro
Quem nunca se perguntou como saber se um condomínio é seguro quando estava planejando escolher um novo imóvel para comprar ou alugar? Essa é uma questão que passa pela cabeça de todos aqueles que almejam tomar uma decisão segura acerca da sua futura moradia.
Pensando nisso, criamos uma lista de elementos indispensáveis àqueles que estão vivendo ou estão prestes a viver esse momento.

Dicas de como saber se um condomínio é seguro

Vale lembrar que a segurança não se trata de um luxo ou um detalhe dentre outros que tendem a ser sedutores quando se está pesquisando um imóvel. Ao contrário, a garantia de que o condomínio onde se vai morar é seguro beneficia a qualidade de vida de todos os envolvidos.
Dessa maneira, quando a pergunta é “como saber se um condomínio é seguro?”, a resposta a seguir deve conter, pelo menos, os seguintes aspectos:

1. Sistema de segurança

Verificar qual sistema de segurança o condomínio utiliza é um pré-requisito tanto para a proteção externa quanto interna do seu imóvel. Confira os seguintes pontos:
● Presença de câmeras;
● Pessoal treinado;
● Alarmes;
● Portaria.
O sistema de segurança atua como maneira de manter o patrimônio e os indivíduos resguardados mediante diferentes movimentações no condomínio. Assim, haverá um monitoramento de entregas, visitas, obras e tudo o mais que envolva diferentes indivíduos em situações das mais variadas ao longo dos dias.

2. Bairro

Quando se toma a decisão de ir morar em um novo local, uma das informações que se busca ter é sobre realidade do entorno. Sendo assim, para que não haja surpresas ao se mudar, uma das maneiras de verificar se o condomínio é seguro diz respeito ao conhecimento panorâmico do bairro onde o mesmo se situa. Dessa forma, é possível se planejar melhor em relação ao tipo de transporte que há disponível, bem como os melhores horários para que diferentes atividades externas sejam realizadas.
Há casos em que os bairros são mais afastados e menos movimentados. Isso exige maior cautela dos condôminos. Nesses casos, é ainda mais importante um completo conhecimento acerca dos arredores, para saber qual sistema de segurança mais indicado ao condomínio.

3. Normas de segurança

Pode parecer bobagem, mas a presença de normas de segurança é de grande relevância. Nelas, é preciso que se encontrem, de forma atualizada, os principais aspectos pertinentes à legislação e tudo o que é importante que seja de conhecimento geral sobre o condomínio.

4. Espaços comuns

Para saber se um condomínio é seguro e está dentro das suas expectativas, é fortemente recomendado que haja uma conferência sobre os seus espaços comuns. Não apenas para se certificar da existência de determinados locais e atividades à disposição, mas também para estudar suas regras e decidir se são coerentes à cada situação. Um exemplo clássico diz respeito à circulação de animais e crianças em determinados locais, a fim de que se possa decidir acerca da concordância ou não em relação a seus termos de uso.
Aqui, importa sinalizar que nem todas as regras competem única e exclusivamente a diretrizes condominiais. Ou seja, há normas que transcendem os protocolos internos, como o caso dos animais de estimação. (Para saber mais, leia Pet em condomínio: o que pode e o que não pode).

5. Infiltrações e Rachaduras

Além das garantias externas, como saber se um condomínio é seguro também a nível interno, ou seja, em relação a possíveis intempéries em sua casa ou apartamento? Para isso, é recomendado que haja uma verificação a respeito do modo como o local trata e se repsonsabiliza por eventuais danos e incidentes, como infiltrações e rachaduras.
Nesse caso, além de ser algo a ser esclarecido com o condomínio, é preciso que haja uma conversa prévia com o proprietário de quem você está comprando ou alugando o imóvel. Dessa maneira, a mudança tornar-se-á muito mais segura e aprazível a todos.

A Lajeado Imóvel te responde como saber se um condomínio é seguro

O momento de decidir-se por um imóvel é delicado e especial. Quando se investiga como saber se um condomínio é seguro, a entrada de especialistas é sempre altamente recomendada. Por isso, contar com uma imobiliária com mais de 11 anos de história é uma excelente ideia.
Com experiência de sobra em todas as modalidades de imóveis e pronta a ajudá-lo a suprir todas as suas expectativas, nosso time de profissionais coloca-se à disposição. Entre em contato conosco e surpreenda-se!